[ editar artigo]

À forma de postais

À forma de postais

Surgiu um novo tempo, eu bem sei agora.

É tempo do coração, tempo de sentir.

Percebo e espero com expectativa as novas nuances.

São pequenas as mudanças, elas começam por mim.

Minha mente está solta, ela voa e vai longe.

Aqui eu fico, mas não sou o mesmo, nunca serei.

O coração pede paz, mas ao mesmo tempo, vai à luta.

Sou mescla de sentimentos, de invenções de mim mesmo.

 

Há cacofonia no espaço, mas desconsidero os ruídos.

Foco na música, foco em mim. Sou sentimentos puros.

Translúcida é a luz que incide em mim e se espalha.

Não há segredos nesta vivência, há acumulo de ideias.

As coisas mudam no decorrer da vida e a gente cresce.

Eu percebo que hoje é um novo tempo, um tempo que surgiu.

Pedaços de memórias chegam aos recortes, à forma de postais.

A cena está imortalizada, a vida está lá, em cores vivas.

E em meu coração, há um pulsar desenfreado, uma sinfonia.

 

Eu abro a porta e espero o sol. Ele não tardará.

O frio veio, mas não resistirá por muito tempo.

Estou munido de calor, de alegria e isso é antídoto à dor.

Em minhas veias, o sangue galopa, corre solto.

Não conhece regras nem rédeas minha imaginação.

Sou a mistura de poesia com coisas corriqueiras.

Eu pego meus medos, meto num saco e enterro fundo.

Desconsidero as ribanceiras, as pedras, pois agora sei voar.

Não há freio para o amor, para a paz e a alegria, não há...

 

A noite vem calma e um manto tranquilo me cobre de amo.

Eu me apoio no hoje e prospecto um amanhã melhor.

Aprendo todos os dias onde ficam os caminhos íngremes.

Eu não quero brincar de Deus. Apenas aprendo com quem sabe.

Alguém vela meus desejos, até os mais obscuros, molhados e loucos.

Em cada gesto que faço, sei que em algum lugar, há compreensão.

E o tempo? O que é esse tempo, Deus do céu?

Não quero saber. O momento é precioso e único. Vou sorrir.

Antes do portão, deixo tudo o que fui e recomeço a vida.

Agora eu posso fazer melhor. Eu posso voar. Já aprendi.

Vou mergulhar, vou planar. Eu vou sim. Estou leve, sou livre...

 

Jossan Karsten

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você