[ editar artigo]

Avessas condições

Avessas condições

Um dia ou outro, chegamos ao ponto de virada.

A cabeça pode rodar, doer, mas decisões carecem ser tomadas.

No ponto de virada, há espaço para o novo, mesmo com medo.

Do alto da montanha, se é possível contemplar a vida.

Mudar a página amarrotada, se faz necessário.

 

Mesmo no deserto inóspito, flores insistem em nascer.

Lindas são as flores que brotam em condições avessas.

O tempo é o mesmo para todos, mas a decisão, não.

O barulho da rua só acaba quando se fecha a janela.

É preciso coragem e até rompante para superar o morro.

 

Hoje pode ser teu ponto de virada, um dia único, iluminado.

Basta uma olhadela para o lado e a vontade de voar.

Ninguém é tão péssimo que não possa melhorar.

Por outro lado, ninguém é bom o bastante que não possa decair.

O pico da montanha é o ponto máximo da vida. Onde estamos?

 

Abramos nossas asas invisíveis e voemos por sobre tudo.

Deixemos o ar entrar em nossos pulmões nessa quase queda.

No percurso, a sustentação chega e se estabiliza. Alívio e paz.

Sempre é tempo de criar novos conflitos, de se desmontar.

Um dia ou outro, chegamos ao ponto de virada. Viremos!

 

Jossan Karsten

 

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você