[ editar artigo]

Busca permanente

Busca permanente

Descendo de ti.
Procuro-te em mim.
É minha antropofagia.
Fruto proibido. 
Mas também é bênção.
Indica-me a estrada.

Desde ti, parto.
Nenhuma fera me importuna.
Sou teu descendente.
Viajo por teu corpo.
Enveredo por alamedas.

De ti, minha descendência.
Inunda-me de vida.
Abre meu coração. 
Respiro teu ar leve e doce.
É minha própria história.

Jossan Karsten

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você