[ editar artigo]

Descomplicando a Reforma da Previdência

Descomplicando a Reforma da Previdência

      

 A reforma da previdência é um tema polêmico. Será que nessa nova reforma teremos que começar a contribuir desde criancinhas?, Teremos que trabalhar até morrer?  Seremos prejudicados ou não ? Quem está para se aposentar se estrepou ou não? Quem realmente perde com a reforma e quem ganha?

Bom galera, pela nova reforma proposta em 2019, todo mundo vai ter o mesmo sistema previdenciário de aposentadoria. Professor, engenheiro, pedreiro,padeiro,advogado, arquiteto, funcionário público,político, pokémon, funkeiro etc

Aí vocês me perguntam: Régis como funciona hoje o regime previdenciário? Hoje funciona tipo um esquema de pirâmide. Precisa de 5 pessoas para pagar a aposentadoria de 1 pessoa. Isso porque as pessoas não se multiplicam como coelhos, fazendo uma brincadeira as famílias numerosas do passado. Hoje as pessoas têm de 1 a 2 filhos e geralmente depois dos 35 anos.

 Tá, mas se veem funcionando até agora porque tem que fazer a reforma? É simples, como tem menos gente nascendo, em 2022 não vai ter mais como pagar aposentadoria para ninguém. Vai quebrar e não adianta aumentar os impostos.   Ainda mais que tem as altas aposentadorias do judiciário, dos políticos, dos altos funcionários públicos, dos ex-presidentes e por aí vai. Político e sindicato adoram inventar correções e novos direitos,só que é impossível pagar isso, pagar a aposentadoria de quem se aposentou pela iniciativa privada e de  todos os brasileiros que ainda irão se aposentar. Ah vão dizer: Você é contra os funcionários públicos. Não, eu sou contra os privilégios das aposentadorias do setor público em comparação com o setor privado. Todo mundo tem que entrar no mesmo bolo.

É isso que a proposta da nova previdência quer resolver. O povo não vai mais financiar aposentadorias altas para uma casta enquanto a massa ganha um salário mínimo por mês. Vocês acham que eu enchi linguiça e não expliquei nada? Então vamos para parte prática:

 Se você já está aposentado ou vai se aposentar e tem direitos adquiridos não muda nada. Para quem tem um tempinho para se aposentar as novas regras são de 65 anos para homens e 62 para mulheres. Poxa, falta 1 ano para eu me aposentar, vou ter que trabalhar mais 10 para me aposentar? Não. Entra na regra do pedágio. Se falta 1 ano para você se aposentar, você trabalha 1 ano e seis meses a mais. Se faltam dois anos, você trabalha 3 anos.  E no meu caso que falta 1 mês para me aposentar? Você trabalha mais 1 mês e 15 dias. Nosso sistema é um seguro de previdência. Seguro contra velhice. Já pensou se você faz um seguro de carro ou da sua casa contra incêndio e recebe antes o dinheiro? É errado. Se você não ficou velho, por quê você tem que se aposentar?

 Agora galera, é bom explicar que não é tudo atropelado como os governos costumam fazer as coisas no Brasil. Tem dez anos de tempo de transição para que os trabalhadores não sejam prejudicados.  Pela primeira vez na história do Brasil temos uma proposta de um governo eleito por voto popular com um sistema de previdência que pensa no pobre e não no rico. Além disso, estão propondo que as gerações futuras paguem sua própria aposentadoria e que as pessoas possam escolher o banco que paga mais juros. Só o trabalhador ganha.

 Esse sistema que nós temos hoje só países como Argélia, Irã, Iraque, Venezuela e outros lugares com desigualdade social é que usam. É um sistema para que você se estrepe e os altos funcionários públicos se deem bem. Quem defende esse sistema vigente na real quer proteger o bolso. Se liguem! Bom esse foi um resumo da proposta da nova previdência.

E aí descomplicou?

Se você quiser descomplicar esse e outros temas do nosso Brasil, acesse no Youtube o canal Descomplica Brasil e nos sigam em nossas redes sociais (Descomplica Brasil).

Colunistas - RIC Mais PR
Regis Schuch Junior
Regis Schuch Junior Seguir

Régis Schuch Júnior é um publicitário carioca , empreendedor na área de comunicação digital, pós-graduado em Marketing para a indústria do entretenimento , NYU, com curso especialização em Liderança Política e Youtuber.

Ler matéria completa
Indicados para você