[ editar artigo]

Eu quero voltar para casa

Eu quero voltar para casa

Eu estou pensando em voltar para casa.

Preciso saber se alguma coisa ainda está lá.

Foram anos e anos em busca do nada, do vazio.

Os sonhos se perderam no frio, nos medos.

Eu ainda quero voltar para casa e avaliar o que sobrou.

Talvez dos meus cacos, eu possa montar algo ou nada.

Eu tenho que voltar para casa. Foram longos anos distante de tudo.

 

A estrada ainda está aberta e o rumo é o mesmo.

Em minha cabeça, as curvas e as retas permanecem nítidas.

Guardo na lembrança o desenho da cidade minúscula.

Decorei para sempre cada número das casas que nem devem existem mais.

Eu estou pensando em voltar para casa. Sinto que preciso.

Um solo de guitarra me desperta para o tempo passado.

Eu preciso reviver as minúcias da vida, do tempo. Ainda respiro.

 

Parado neste trânsito infernal, eu viajo, eu me desloco.

Plano em um plano diferente e vejo tudo do alto.

Não suporto as buzinas, os ruídos de motores. Odeio gritos.

Eu preciso voltar para casa. O tempo aqui acabou para mim.

Nada sei do caminho de volta, mas preciso refazê-lo.

Perdi a noção do tempo. Não sei mais viver neste espaço.

Devo voltar para casa. Quero refazer-me. Quero o antigo, de novo.

 

A cacofonia me irrita. O trânsito voltou a andar.

Mas me sinto parado neste tempo mórbido, louco.

Sou estranho a quase tudo. Sou apenas um arremedo.

Devo buscar o que passou e somar esforços nesta nova vida.

Eu me proponho a repensar meus conceitos, a me refazer.

Eu quero voltar para casa. Eu preciso deste tempo.

Ao longe, na bruma, me vejo. Eu preciso voltar para casa.

 

Jossan Karsten

 

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você