[ editar artigo]

Graça que grassa leve!

Graça que grassa leve!

Hoje acho graça em muitas coisas que antes nem via.

A leveza da vida me atrai como ímã a cada momento.

Percebo que grassa sobre mim, novas sensações, visões.

Refaço os caminhos com mais cautela. Ando descalço.

Sinto a energia da terra em meus pés. Estado de graça.

Luzes dos olhares me chamam como num sussurro.

Eu vou devagar, mas não paro de caminhar, de sentir...

 

As estações do ano são muito mais bem definidas em mim.

Gosto de levantar cedo, de dormir tarde. Amo os abraços.

Meu corpo reage com precisão aos sentimentos, às emoções.

Ao antever certos problemas, recuo. Não preciso disso. Não!

Desfaço-me de mágoas, desconfianças. Apenas quero ir.

Um dia depois do outro e a leveza se instaura. Eu gosto.

Há poesia no vento, nos sorrisos. Crianças me deixam alegre.

 

Gosto de ser ingênuo. Ingenuidade alivia a alma e o corpo.

Olhando ao longe, as cores se multiplicam. Diversidade livre.

Procuro por pessoas do passado e as sinto aqui, no presente.

Na fuga do sono, profiro palavras de acalento sem nada dizer.

Aprecio muito mais as manhãs de segunda-feira. Gosto dos inícios.

Grassa sobre mim sensações de graça pura, de amor incondicional.

Hoje eu percebo a vida mais leve. Acho graça no que antes nem via...

 

Jossan Karsten

 

 

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você