[ editar artigo]

Lá se foi mais um domingo

Lá se foi mais um domingo

Há sempre este ar de nostalgia nos fins de tardes de domingo.

Uma coisa esquisita parece tomar conta das pessoas.

No meu caso, há a espera por algo que sei que nunca vem.

É muito estranho tudo isso. Parece uma imaginação surreal.

 

Sirenes de ambulâncias e de socorros gritam pela cidade.

Pessoas precisam de ajuda. Sinistros acontecendo. Há dor e medo.

Tudo se repete quase que nos mesmos horários aos domingos.

Mas a semana aberta pode representar uma espécie de redenção...

 

Já se foi mais um domingo e eu estou aqui louco por mudanças.

Faço uma limpeza em meus pensamentos e deixo a vida fluir.

Nem tudo ocorre como planejamos ou pensamos planejar.

Somos só seres minúsculos nesta imensidão de mundo.

 

O ar de nostalgia persiste e eu tento transformar em poesia.

Uma palavra escrita pode ser o início da mudança pela qual tanto se anseia.

A cada dia, sei muito menos do que já sabia. Eu prossigo. Cambaleio. Vou.

Nessa necessidade de continuar vivendo, lá se foi mais um dia de domingo.

 

Jossan Karsten

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você