[ editar artigo]

Sono da lua

Sono da lua

A noite oculta os corpos.

Estrelas evidenciam os sonhos.

Pela paixão, as almas se unem.

No bater incessante dos corações, a vida.

 

Pela escuridão, desenhos pontilham o céu.

Como num colar, a vida dança e brilha.

Reverberam as sensações de lascívia.

Na escuridão, há o sono da lua.

 

Camuflados, os corpos se buscam.

Sensação de céu no toque invisível.

A noite encobre o amor louco e molhado.

Impregnada de magia, a vida se dá.

 

Caminham os sonhadores sem tocar o chão.

Não há limites para quem sente loucos desejos.

No espreguiçar da lua, a mágica se alastra.

Pela manhã, o sol revela todos os segredos.

 

Jossan Karsten

 

Colunistas - RIC Mais PR
Jossan Karsten
Jossan Karsten Seguir

Jornalista, publicitário e escritor.

Ler matéria completa
Indicados para você