[ editar artigo]

Todo cuidado é pouco!

Todo cuidado é pouco!

Ser mãe pra mim foi mais do que a realização de um sonho. Foi colocar em prática um planejamento de alguns anos, quase uma década. Lendo livros, me preparando para a chegada de um filho. E você se cerca de tantos cuidados que é surpreendido quando um acidente acontece. Sim, eles acontecem.  Estrella era muito pequena, sapeca, e quando vi, tinha um galo enorme na cabeça. Foi médico, pronto socorro, raio x, diagnóstico, choro (da mãe porque ela corria pra lá e pra cá no centro médico) e enfim, culpa. Afinal, como já li em algum lugar, quando nasce uma mãe, nasce uma culpa.

Mas mais importante do que viver essa culpa , que cá entre nós pode durar uma vida inteira, é saber que se fez tudo para aquilo não acontecer. Só em setembro, noticiei pelo menos 3 acidentes envolvendo crianças. Em dois casos, crianças se queimaram com água quente. Puxando provavelmente a toalha da mesa, ou coisas que fazem parte do dia a dia. Duas crianças tiveram queimaduras  graves e estão internadas no hospital mas se recuperando bem. O terceiro caso, uma criança de 2 anos, tomou solvente de tinta. Não resistiu.

Não estou aqui para culpar pais (como falei a culpa nasce com a gente). Mas para fazer um alerta e engrossar o time daqueles que levam informação, prevenção. Numa puxada de dados rápida, me dei conta dos números alarmantes: De acordo com o Ministério da Saúde, 5 mil crianças morrem por algum tipo de acidente no Brasil , todos os anos. 100 mil ficam com sequelas.

Os acidentes são a principal causa de morte de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil. E existe até mesmo um ranking, um triste ranking que coloca nessa ordem o perigo: trânsito, afogamento, sufocação, queimadura, queda e intoxicação. Há um site, o www.criancasegura.org , onde você pode se informar mais. Seja pai, mãe, tia, cuidador, ou apenas, um adulto preocupado com o assunto. Para os pais e mães, minha solidariedade. Para vencer a culpa, mais informação e responsabilidade. Como aquela voz que nasce com toda mãe sempre diz... todo cuidado é pouco. 

Colunistas - RIC Mais PR
Ler matéria completa
Indicados para você